Notícias

Governo do Tocantins implanta unidade de maracujá para multiplicação nas propriedades rurais

10/02/2021 - Ascom Ruraltins

A diversidade produtiva é fomentada pelo Governo do Estado, por meio do Ruraltins – a Emater do Tocatnins, como forma de geração de emprego, renda e melhoria da qualidade de vida no campo.

Nesse sentido, para orientar os produtores quanto ao plantio de maracujá, uma Unidade Demonstrativa de 3 mil metros quadrados está sendo implantada no Centro Agrotecnológico de Palmas – local em que é realizada a Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins).  

Em parceria com o Viveiro Flora Brasil, os extensionistas, neste primeiro momento, realizam o plantio da variedade FB 200, que visa atender o consumo in natura. A expectativa é produzir anualmente 25 toneladas por hectare da cultivar.

Segundo o diretor de Pesquisa e Inovação do Ruraltins, Kin Gomides, a UD servirá para capacitação de extensionistas e produtores, bem como vitrine agrícola para a transferência de tecnologias, com foco na multiplicação produtiva nas propriedades rurais.  

 “O incentivo a produção de maracujá já está sendo propagado para outras localidades do Estado, a exemplo do município de Marianópolis, onde um grupo de 10 produtores investe no plantio do fruto”, frisa   

Produção de Maracujá

De acordo com dados do Censo Agropecuário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) 2017, no Tocantins, a área colhida é de 49 hectares, em 70 estabelecimentos rurais. Anualmente, a sua produção chega a 378 toneladas, tendo como principais produtores os municípios de Nova Olinda, Dianópolis, Xambioá, Aragominas, Araguaína, Esperantina, Itaguatins e Luzinópolis.

No cenário mundial, o Brasil é o primeiro produtor mundial da fruta. Com a produção de mais de 350 mil toneladas por ano, o país é responsável por cerca de 70% da produção mundial.