Notícias

Governo do Tocantins beneficia entidades socioassistenciais com doação de alimentos do Compra Direta

30/09/2020 - Lúcia Brito/Governo do Tocantins

O Governo do Tocantins, por meio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), beneficia, até dezembro deste ano, 1.132 entidades socioassistenciais com doações de alimentos oriundos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), alcançando diretamente mais de 440 mil pessoas, em 112 municípios do Estado. 

Nos próximos meses, recursos na ordem de R$ 5 milhões serão aplicados na compra de produtos dos pequenos produtores, como forma de fortalecer a agricultura familiar durante a pandemia do novo Coronavírus.

Em Caseara, município localizado a 260 km da capital Palmas, a primeira entidade a receber os alimentos foi o Centro da Melhor Idade Piauí Cabral. Executado pelo escritório local do Ruraltins, sob o comando das extensionistas Kênia Patrícia Nascimento Costa e Francisca Helena Rosendo, o Programa vai contemplar 562 pessoas frequentadoras do Centro.   

“Nós fornecemos os alimentos e a entidade, por sua vez, prepara e entrega nas residências das pessoas cadastradas as refeições. Atuamos com responsabilidade na aquisição dos produtos para fornecer uma alimentação saudável aos beneficiários”, avalia Kênia Patrícia, complementando que 60 agricultores estão aptos a vender seus produtos ao PAA e cinco entidades no momento estão em funcionamento, no município de Caseara.

“Ao todo, estão sendo aplicados R$ 20 mil na aquisição de produtos como hortaliças, mandioca in natura e derivados [farinha e polvilho], pães, bolos e roscas, tempero caseiro, coco verde, banana, caju, abacaxi, abóbora, fava, feijão caupí, batata doce e limão”, frisa a extensionista.

"É muito gratificante darmos continuidade ao PAA, onde muitas famílias cadastradas poderão ser beneficiadas  em plena pandemia com total responsabilidade e compromisso", ressalta Francisca Helena Rosendo.

PAA

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é fruto de convênio celebrado entre o Governo do Tocantins e o Governo Federal, via Ministério da Cidadania, sendo executado pelo Ruraltins.  

No total, a ação vai beneficiar cerca de 6 mil pequenos agricultores vinculados na proposta vigente, em todo Estado. Cada unidade familiar pode vender o valor de até R$ 6,5 mil ao PAA por ano.

O programa faz parte de uma política que tem resultados no fortalecimento de circuitos regionais de comercialização, com o estímulo à produção orgânica de alimentos. O PAA promove ainda a alimentação saudável de milhares de famílias, além do fortalecimento do cooperativismo no meio rural.

Requisitos

Participam do Programa de Aquisição de Alimentos agricultores familiares tradicionais, assentados da reforma agrária, extrativistas, piscicultores, pescadores artesanais, indígenas, integrantes de comunidades remanescentes de quilombos rurais, demais povos e comunidades tradicionais.

Como funciona

Os agricultores familiares vendem seus produtos para o Governo. Os alimentos adquiridos são destinados para escolas, creches e hospitais ou doados para entidades da rede socioassistencial, como abrigos de idosos, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), dentre outros públicos.