Notícias

Produtores da região do Jalapão recebem equipamentos para melhoramento da pastagem e rebanho

13/03/2020 - Lúcia Brito/Governo do Tocantins

Produtores rurais da região do Jalapão receberam do Governo do Estado, por meio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Kits para melhoramento e manejo da pastagem, como também do rebanho.

A entrega ocorreu nesta semana, na Unidade Demonstrativa (UD) de pastagem ecológica, implantada na Fazenda Terembentina, de propriedade do produtor Solanjo Araújo, a 15 km de Ponte Alta do Tocantins,  e em Mateiros na UD, instalada na Fazenda Mundo Novo, do produtor José Batista dos Santos.

Nessas localidades foram entregues Kit de mineralização para o gado e kit de manejo da pastagem, esse contendo roçadeiras, bebedouros e bomba com sistema de bombeamento com placas solares

A iniciativa encerra as ações do Projeto de Prevenção, Controle e Monitoramento de Queimadas Irregulares e Incêndios Florestais no Cerrado, denominado Cerrado-Jalapão, fruto de um acordo de cooperação entre os governos do Brasil e da Alemanha, coordenado pela gerencia de Meio Ambiente do Ruraltins.

A entrega dos kits atende as demandas levantadas por uma empresa de consultoria, que apontou essas necessidades. A ação foi acompanhada pelo vice-presidente do Ruraltins, José Aníbal Lamattina, pelo engenheiro agrônomo Hélio Souza e  o médico veterinário Fabricio Pavan, do escritório local de Novo Acordo, responsável pela assistência técnica a esses produtores.

“Em Mateiros, durante a nossa visita implantamos os kits de mineralização e fornecimento de água para o rebanho, retirando assim o fornecimento de dentro das nascentes. Na unidade foi instalado bebedouro artificial, com a água vinda das nascentes, mas agora por bombeamento, por meio de uma bomba análgica, com placas solares. O sistema evita que o gado entre para dentro das veredas e cause algum tipo de destruição, ou que venha ficar atolado em algum momento, provocando perda por parte do produtor. Com essas ações encerramos o convênio Cerrado-Jalapão na região, mas imediatamente aplicamos um diagnóstico com os produtores inserindo-os em um novo convênio, que é o Oportunidade”, explica o extensionista Hélio Sousa, acrescentando que o Oportunidade leva assistência técnica aos agricultores de forma continua.

O produtor da Fazenda Mundo Novo, José Batista diz as vantagens da instalação do bebedouro para a criação do gado.

“Pra nós será um grande lucro na parte de animais. O bebedouro próximo ao curral fornece água boa pra beber, evitando que o gado vá aos córregos onde pode atolar e ser picado por cobras, o que sempre acontece, chegando a matar os bezerros que estão na beira da água”, avalia.

Para o vice-presidente do órgão José Anibal, esse trabalho vem contribuindo muito para o desenvolvimento e crescimento dos produtores na região. “O Ruraltins atuou como muita responsabilidade e critérios nessa questão social e ambiental dentro do Cerrado-Jalapão, durante a vigência do convênio, mostrando aos produtores como  manter o equilíbrio do solo, da pastagem e dos animais. Com isso preserva a natureza e proporciona ganhos na produtividade”, avaliou.

O prefeito de Mateiros, João Martins Neto, ressaltou a importância da parceria com o Governo do Estado, por meio da extensão rural. “ Fico maravilhado com essa parceira, pois o município, concentra 80% dos atrativos turísticos da região do Jalapão, onde a cada ano aumenta a presença de pessoas vindas de outras localidades do país. Então a nossa preocupação é oferecer produtos de qualidade, e o Ruraltins veio para somar com projetos. Estamos de mãos dadas para as coisas acontecerem e queremos ser modelo para outras regiões”, disse

Cerrado-Jalapão

No intuito de unir forças para a redução dos desmatamentos e das queimadas no Cerrado, os governos do Brasil e da Alemanha, criaram o Projeto Cerrado-Jalapão. A iniciativa beneficia diretamente as unidades de conservação do Corredor Ecológico da região do Jalapão e municípios localizados no entorno dessas unidades, contribuindo para a conservação da biodiversidade, para a manutenção do Bioma como um sumidouro de carbono de relevância global e para a redução de emissões de gases de efeito estufa.

Dentre os municípios prioritários selecionados para o projeto no Tocantins estão: Dueré, Formoso do Araguaia, Lagoa da Confusão, Pium, Ponte Alta do Tocantins, Mateiros, além do Parque Estadual do Jalapão, Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins, o Parque Nacional do Araguaia, Terra Indígena Xerente e a Terra Indígena Parque do Araguaia. 

O projeto tem como parceiros na implantação o Ibama/Prevfogo, o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hidricos (Semarh), o Ruraltins, a Embrapa, o Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidades (ICMBio) e a Cooperação Técnica Alemã (GIZ e Ambero).