Notícias

Assistência técnica do Ruraltins eleva renda e produtividade na agricultura familiar

06/09/2019 - Lúcia Brito/Governo do Tocantins

A assistência técnica levada aos agricultores familiares por meio do convênio Oportunidade, fruto de parceria entre o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) e Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), está transformando a vida de centenas de pessoas que vivem no campo.

Um desses exemplos vem de Paraiso do Tocantins. Na chácara Santa Maria, localizada na zona rural, o  agricultor João Batista Alves Pereira,  está se destacando na produção de mandioca de mesa, depois que começou a ser atendido pelos  profissionais do Ruraltins, do escritório local de Paraiso. Adotando as tecnologias recomendadas durante as visitas técnicas, como o uso de variedades adaptadas, controle de pragas e doenças e adubação adequada, a produtividade já chega a mais de 50 toneladas de mandioca por hectare. Para mensurar o que isso significa, de acordo com dados da Embrapa, na região Norte do Brasil, esta cultura apresentou uma produtividade de 15,2 toneladas por hectare, sendo que no Estado do Tocantins foi registrada uma produtividade de 16,9 ton/ha.

“Antes eu sobrevivia de uma simples plantação de hortaliças, quiabo e milho. Agora tenho toda essa produção de mandioca que me garante uma boa renda no final do mês. É uma vantagem ter assistência técnica aqui, é muito satisfatório. Tem melhorado bastante a minha vida”, afirma o agricultor.

O técnico agropecuário, Valdinez Cabral Coelho, responsável pelo atendimento ao produtor ressalta que as orientações contínuas foram essenciais para o sucesso do agricultor. “Por meio do convênio conseguimos acompanhar mais de perto as atividades do produtor. Desde a preparação do solo, seleção de mudas, até a colocação do produto no mercado consumidor. Seguindo as recomendações, o agricultor conseguiu aumentar o nível de produção, de 20 toneladas por hectare no sistema convencional para 50 toneladas, utilizando irrigação por gotejamento, ou seja, mais que o dobro”, avaliou.

Convênio Oportunidade

O convênio Oportunidade tem o objetivo de prestar assistência técnica a 800 produtores rurais do Tocantins enquadrados nas Classes D e E, possui foco na gestão das propriedades e desenvolvimento tecnológico por meio de visitas técnicas, capacitações aos produtores rurais e técnicos, como também o monitoramento das ações desenvolvidas.

A equipe responsável pelo convênio iniciou recentemente uma série de reuniões com o intuito de ouvir e agregar ao projeto as contribuições dos técnicos responsáveis pela execução do convênio e também dos produtores atendidos, além de dar visibilidade às boas práticas de gestão e as tecnologias que já estão sendo utilizadas pelos agricultores acompanhados, gerando impactos positivos na produção, na gestão das propriedades e na melhoria da qualidade de vida dessas famílias.

Segundo o gerente de Assistência Técnica e Extensão Rural, José Carlos Moraes, e coordenador das oficinas, realidades como a do agricultor João Batista evidenciam a importância da ação de assistência técnica e extensão rural.

“O convênio Oportunidade  chegou para contribuir com a melhoria dos índices de produtividade no meio rural tocantinense e melhoria das condições de vida das famílias. Com essas experiências, podemos perceber o desenvolvimento rural acontecendo. O convênio possui prazo previsto para finalizar suas atividades em dezembro de 2019, trabalhamos para aditivar esse prazo e garantir a continuidade das ações, sem paralisações”, observou o gerente.

Encontros

As reuniões acontecerão em todos os regionais do Ruraltins, no sentido de agregar contribuições de todos os técnicos do projeto para o aperfeiçoamento do Oportunidade, por meio do aditivo que está sendo construído. Novas propriedades serão visitadas e, como a do agricultor João Batista, revelarão a qualidade do trabalho realizado pelo Ruraltins, no cumprimento de sua missão de contribuir com o desenvolvimento do Tocantins.

A primeira oficina aconteceu na Regional de Paraíso, no final de agosto, com a participação de 16 profissionais, incluindo técnicos de campo e equipes dos escritórios regional e central do Ruraltins, como também visita de campo. Na próxima semana, dias 9 e 10, o encontro será em Miracema.