Notícias

Mutirão do Agrocrédito percorre propriedades rurais de Ponte Alta do Tocantins

24/09/2019 - Lúcia Brito/Governo do Tocantins

Os agricultores familiares com propriedades no município de Ponte Alta do Tocantins recebem até a próxima sexta-feira, 27, o “Mutirão do Agrocrédito”. A iniciativa, coordenada pelo Governo do Estado, por meio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), tem por objetivo atender as demandas dos agricultores, apresentadas pela Prefeitura Municipal, de acessar o crédito rural para investimentos nas atividades agrícolas.

Morador da Fazenda Barreiro, a 17 km de Ponte Alta, o agricultor Maximiano Alves, primeiro a receber a equipe do mutirão, possui como fonte de renda o plantio de pequenas lavouras e a pecuária. Com os recursos pretende ampliar o número de matrizes e construir dois quilômetros de cerca.

“Agradeço demais a presença dos técnicos na minha terra. Preciso dessa ajuda para comprar umas 15 cabeças de gado e aumentar a área da cerca, pois tenho muito espaço para formar novos pastos”, frisou o agricultor.

Segundo o engenheiro agrônomo e extensionista, Marco Aurélio, um dos responsáveis pela elaboração de projetos de crédito para a região, o pequeno produtor, Maximiniano Alves, se enquadra dentro do perfil para receber a linha “Mais Alimento”, do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), com aporte para investimentos. “A visita na propriedade serviu para alinhar as informações do que realmente ele pretende fazer. As demandas apresentadas já serão inseridas no projeto e enviadas para análise do banco”, disse.

Durante toda a semana equipes de extensionistas do Ruraltins, vão se descolar até as propriedades rurais, no sentido de construírem juntos com os agricultores os projetos de crédito para os sistemas produtivos que desejam realizar. 

Ação do Governo

Na abertura dos trabalhos, ocorrida na Câmara Municipal de Ponte Alta do Tocantins, nessa segunda-feira, 23, o presidente do órgão, Thiago Dourado, ressaltou a importância da ação e enfatizou o trabalho que o Governo do Tocantins vem fazendo para incentivar as cadeias produtivas e o crescimento do pequeno produtor.

“Nós que prestamos serviços de assistência técnica e extensão rural, somos parceiros dos produtores rurais, compartilhando dos mesmos sonhos, e na viabilidade deles para alcançar sucesso dentro das propriedades, em um alinhamento muito forte com o pensamento do  governador Mauro Carlesse, de acreditar nas pessoas, para que elas possam evoluir e efetivamente transformar a realidade onde vivem”. frisa.

Segundo o gestor, o Estado vem criando uma série de estímulos para que algumas cadeias produtivas se fortaleçam, por meio de todas as plataformas possíveis, a exemplo da piscicultura, onde o governador isentou o Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), na parte de produção de peixes, isentou as indústrias de processamento de ração, do estado, para o consumo interno, além de flexibilizar o licenciamento ambiental para quem produz em até cinco hectares de lâmina d’água. “Isso tudo para facilitar a vida do produtor rural. Nesse sentido, é que estamos aqui hoje, para atender os produtores de uma maneira intensa, juntamente com os bancos, trazendo mais velocidade na efetivação do crédito", observou Thiago Dourado.

Instituições financeiras

Para o superintendente do Banco da Amazônia no Tocantins, Marivaldo Melo, com planejamento e acesso facilitado ao crédito, o produtor consegue empregar mais tecnologias ao seu negócio.  E tudo que os produtores puderem fazer para agregar inovação em suas propriedades tem que ser feito. “Não podemos mais produzir como nossos avós e pais produziam. As coisas mudaram muito, e por meio do crédito rural é possível avançar, ter lucratividade e melhorarias na qualidade de vida. Por isso estamos com o Ruraltins, que é fundamental nesse processo de participação dos pequenos produtores no acesso ao crédito. Sabemos que o setor da agricultura familiar é o grande responsável pela movimentação econômica nos municípios, e precisa de todo nosso empenho", avaliou.

O assessor de agronegócio do Banco do Brasil, Flávio Lúcio, também esteve presente e na oportunidade destacou a parceria firmada entre a instituição e o Ruraltins. “Estamos desenvolvendo um trabalho conjunto, onde por meio de uma plataforma digital integrada, os contratos de crédito rural sairão dentro de um prazo de sete dias, após ser formalizado. O Banco do Brasil está à disposição para contribuir com o fortalecimento das ações no campo”, ponderou.

O vice-prefeito, Izidorio Pereira, presente ao evento frisou a importância do momento. “Levamos a demanda de crédito ao Ruraltins e hoje estamos concretizando os pedidos dos agricultores do município e tenho certeza que serão todos concluídos”, frisou.

Crédito rural

Por meio das ações dos extensionistas, milhares de agricultores são beneficiados pelo crédito rural, em todo estado.  O Ruraltins disponibilizou, em 2018, via banco do Brasil e Banco da Amazônia, mais de R$ 50 milhões aos agricultores familiares, sendo o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) a linha de crédito mais acessada. 

Os recursos são aplicados pelos agricultores em reforma da pastagem, infraestrutura rural, aquisição de matrizes leiteiras/corte, tratores, máquinas e outros equipamentos indispensáveis às atividades desenvolvidas no campo.