Notícias

Ruraltins fomenta a geração de renda e atuação feminina no campo

30/06/2019 - Amanda Oliveira/Governo do Tocantins

Com a proposta de gerar renda às familias rurais que vivem em situação de pobreza, um convênio firmado entre o Governo do Estado, por meio Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) e o Ministério da Cidadania, proporciona a ascensão de mulheres no campo com a execução do programa “Fomento às Atividades Produtivas Rurais”, que com apoio financeiro e assistência técnica, beneficia milhares de famílias contempladas.

Um dos exemplos é agricultora indigena Iraneide Pereira, da etnia Xerente, que entre as diversas modalidades familiares integradas ao Programa, tem se destacado e vem conquistando seu espaço de empreendedora. Residente na Fazenda Olho D'água Saldeci, propriedade localizada na comunidade Mata Verde, no município de Pedro Afonso, a 206 km de Palmas, a agricultora aplica o benefício recebido de R$ 2.400,00 na confecção de artesanato em barbantes e crochê, além de peças decorativas, no intuito de poupar o lucro para investir na aquisição de pintinhos, e assim  ampliar a  atividade de avicultura. Para isso, conta com todo apoio do esposo, Saldeci Dias Gualberto.

"O meu esposo me ajuda em tudo que faço, o que me incentiva muito. Hoje, a renda da família vem da criação de suínos, produzidos de forma artesanal, da venda de frangos caipira e do Bolsa Família. Acredito que agora posso ajudar ainda mais com o meu trabalho e melhorar nossa vida", comentou Iraneide Pereira.

A extensionista rural do Ruraltins, a Assistente Social, Fernanda Pereira, ressalta que o objetivo final do programa, em se tratando do universo feminino, é o  empoderamento das mulheres. “Sempre incluímos a mulher nas políticas públicas para que possa  gerar renda, trabalhar junto com a família e iniciar uma atividade que sempre sonhou. Para nós é uma grande satisfação contribuir com essa mudança  no cenário rural, em relação a igualdade de gênero e fim da pobreza no campo", afirma a extensionista.

Fomento Rural

Desenvolvido em 138 municípios com menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do Estado, o Programa Fomento beneficia atualmente 2.200 famílias.

O investimento totaliza um montante de mais de R$ 5,2 milhões, por parte do governo federal, sendo que esse valor é repassado diretamente aos produtores selecionados, cabendo ao Governo do Estado, o custo operacional do termo de cooperação, oferecendo assistência técnica, treinamento aos agricultores e elaboração dos projetos. 

As famílias beneficiadas são identificadas e mobilizadas pelos técnicos do Ruraltins, recebendo cada uma o montante de R$ 2.400 (divididos em duas parcelas, de R$ 1.400 e R$ 1.000), para desenvolverem seus projetos produtivos. Os recursos não precisam ser devolvidos aos cofres públicos.

Perfil mulheres rurais

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 15 milhões de mulheres vivem na área rural, o que representa 47,5% da população residente no campo no Brasil. Considerando a cor e raça das mulheres habitantes da área rural, mais de 56% delas se declaram como pardas, 35% brancas e 7% pretas. As indígenas compõem 1,1% da população rural feminina, de acordo com o IBGE.