Notícias

Ações do Ruraltins beneficiaram mais de 19 mil agricultores em 2018

28/12/2018 - Jesuino Santana Jr./Governo do Tocantins

Capacitar e dar oportunidades para que pequenos e médios agricultores do Estado tenham condições de produzir em suas terras e gerar sua própria renda, são alguns dos principais objetivos do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), em 2018, na Gestão do governador Mauro Carlesse.

De acordo com o presidente do órgão, Sebastião Pelizari Júnior, o Ruraltins já beneficiou mais de 19 mil agricultores com as ações, por meio de recursos conquistados, no montante de mais de R$ 25 milhões.

“Quando assumimos o órgão, deparamos com grandes dificuldades como uma dívida de mais de R$ 7 milhões, sendo R$ 380 mil só em diárias atrasadas. Ainda estamos passando por dificuldades, porém não ficamos presos a elas, fomos buscar novas conquistas e com a garra dos extensionistas e apoio do Governo, dos parceiros, conseguimos alguns avanços como a execução de ações com um montante de R$ 25 milhões distribuídos em todo o Estado”, disse o presidente.

Sebastião Pelizari Júnior elencou as principais ações desenvolvidas pelo Ruraltins em 2018. “Podemos destacar algumas atividades de impacto como o Programa de Aquisição de Alimentos [PAA], conhecido como Compra Direta Local, em que foi disponibilizado, aos agricultores, mais de R$ 6 milhões. Já temos garantidos outros R$ 3 milhões para compra e doação simultânea de alimentos; o Censo da Piscicultura em todo o Estado, que traz informações essenciais para o fortalecimento da cadeia da piscicultura. Só com o censo, foram visitadas mais de 1.200 propriedades rurais que produzem peixes. Esses dados nortearão futuras políticas públicas para o setor”, pontuou.

“Além disso, tivemos a conquista de recursos via Fundação Banco do Brasil para implantação de 70 sisteminhas para a produção de alimentos nas pequenas propriedades de forma gratuita; apresentação da Proposta do Redater, que é o ressarcimento de despesas para o corpo técnico da extensão rural, na qual o técnico vai receber mediante produção; a conquista de recursos via Sead [Secretaria Especial da Agricultura Familiar], para implantação de 1.000 projetos produtivos, também para famílias de baixa renda que recebem R$ 2.400 por família; e a parceria com a Semarh [Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos], com a implantação das barraginhas nas regiões mais secas do estado, entre outros”, complementou o presidente.

Conforme o presidente, foram inaugurados durante sua gestão quatro unidades locais do Ruraltins, nos municípios de Lagoa da Confusão, Goianorte, Tupirama e Tupiratins. “Como perspectiva para 2019, temos como meta atender a 25 mil famílias por meio das ações e dos programas desenvolvidos pelo Ruraltins”, concluiu.

Programas

- Chamada de Agroecologia: foram beneficiadas 1.250 famílias. O objetivo é trabalhar o desenvolvimento social, econômico e ambiental, bem como, consolidar práticas produtivas da agroecologia, focado na produção de alimentos saudáveis e livre de agrotóxicos.

- Convênio Oportunidade: beneficiou 800 pequenos produtores rurais, em todo o Tocantins, que ganham até três salários mínimos. A ação já realizou 4.400 visitas e sua abrangência é nos 139 municípios do Estado do Tocantins.

- Convênio Cadeia da Silvicultura, Leite e Peixe - beneficiou mais de 1.260 famílias com distribuição de mudas; 2.161 com instalação dos tanques de resfriamento de leite e 1.000 famílias beneficiadas com Aquisição e Instalação de equipamentos para Estruturação dos Laboratórios para experimentação com peixes nativos.

- Convênio Procampo: aquisição de 40 veículos e 40 ultrabooks, destinados a 30 escritórios; realização de seis dias de campos em unidades demonstrativas. As ações beneficiam 1.000 agricultores das regiões de Paraíso, Gurupi e Taguatinga.

- Convênio Plano ABC: o Plano de Agricultura de Baixo Carbono (Plano ABC) visa a capacitação continuada de mais de 80 técnicos da extensão rural.

- Convênio Ater para Médio Produtor, 2018-2020: o convênio de Assistência Técnica para Médios Produtores (Ater para Médios) é uma ação que visa prestar assistência técnica e extensão rural aos médios produtores rurais do Estado, com foco na gestão da propriedade e desenvolvimento tecnológico das cadeias produtivas de pecuária de corte e mista, culturas anuais e fruticultura irrigada. Até agora, beneficiou 181 produtores de 32 municípios tocantinenses.

- Convênio Censo da piscicultura: o censo da piscicultura cadastrou 1.200 produtores e visou mapear, identificar, classificar e caracterizar a produção do pescado no Tocantins, traçando o perfil da produção, dos produtores e das propriedades, para subsidiar e promover a cadeia produtiva da piscicultura.

- Programa de Fomento as atividades produtivas rurais: tem como foco o Fomento Rural, executado por meio de Acordo de Cooperação Técnica. O documento tem por objetivo prestar serviços de assistência técnica e transferência de recursos para 2 mil famílias que vivem em situação de extrema pobreza. O fomento rural está sendo desenvolvido em 60 municípios que apresentam os menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDHs) do Estado. As famílias participantes são acompanhadas individualmente, recebendo cada uma, o valor de R$ 2.400, para a compra de insumos e equipamentos, desenvolvendo assim seu projeto produtivo.

- Programa Quintal Verde: implantou cerca de 450 hortas, beneficiando mais de 9 mil famílias. O programa visa prestar assistência técnica a agricultores familiares tocantinenses, com foco na implantação e no acompanhamento de hortas caseiras e/ou comunitárias. A meta é beneficiar 10 mil famílias de agricultores familiares, dos 139 municípios.

- Programa de Aquisição de Alimentos, PAA/Compra Direta Local: esta ação disponibilizou, em 2018, cerca de R$ 6 milhões e a compra de mais de R$ 3 milhões de quilos de alimentos, beneficiando mais de 245.469 pessoas; 914 entidades; 2.868 agricultores, com a aquisição e doação simultânea de alimentos, que beneficiam pessoas em vulnerabilidade alimentar e nutricional (entidades sociais, escolas, creches, hospitais, entre outras).

- Projeto Inovação no Campo: contrato com a Anater (Agencia Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural), para Prestar Assistência Técnica e Extensão Rural a 1.000 agricultores em 50 municípios do Estado.

- Programa de Crédito Rural: faz referência às linhas de créditos, especialmente o Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Os atendimentos no geral, na área do crédito já ultrapassam os 6.200 beneficiários em todo o Estado. O Ruraltins elaborou 1.037 projetos de crédito, com um montante de mais de R$ 50 milhões. Desse montante, já foi liberado pelas agências financeiras aos agricultores, o valor de R$ 16,1 milhões, por meio de 322 projetos de crédito.

Ruraltins

O Ruraltins conta com uma força de trabalho de mais de 700 servidores e está presente nos 139 municípios tocantinenses. Os profissionais incentivam boas práticas de produção e difundindo novas tecnologias, gerando renda e a melhoria da qualidade de vida no campo, por meio de programas, convênios e ações. Atualmente, são 97 unidades locais de execução de serviços, distribuídas em sete regionais. (Colaboraram Lúcia Brito e Iranilde Gonçalves)