Notícias

Programas sociais e produtivos beneficiam famílias no sudeste do Estado

06/10/2017 - Iranilde Gonçalves/Governo do Tocantins

Na região sudeste do Estado, diversas ações sociais e produtivas, voltadas exclusivamente para pequenos agricultores e famílias de baixa renda, ou que vivem em situação vulnerável de insegurança alimentar e nutricional, vêm incentivando a instalação dos pequenos empreendimentos rurais, a criação de conselhos, associações e a implantação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), promovendo a geração de renda e a melhoria da qualidade de vida das famílias, como também a qualidade dos produtos ofertados no mercado local.

As ações coordenadas pelo Governo do Estado, por meio do Instituto de Desenvolvimento Rural (Ruraltins), e da Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agricultura e da Pecuária (Seagro), em parceria com o Governo Federal, via recursos dos Ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), do Desenvolvimento Social (MDS), da Secretaria Especial da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (SEAD), fazem parte dos planos de trabalhos dos projetos Fomento Rural; Oportunidade; Quintal Verde e do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA- Compra Direta Local), envolvendo a produção de alimentos como frutas, hortaliças, cultivo de grãos, criação de pequenos animais, aquisição e entrega de alimentos a entidades sócias, nos 139 municípios do Estado.

Como exemplo das diversas atividades realizadas pelo Ruraltins, na região, recentemente no município de Rio da Conceição, foi promovido um seminário que discutiu e apresentou à comunidade e lideranças locais, as políticas públicas que estão sendo desenvolvidas junto às famílias beneficiárias, incluindo-as no processo produtivo e organizacional.

De acordo com a supervisora regional do Ruraltins, na região sudeste, Geikla Godinho, as ações garantem novas oportunidades às famílias e contam com apoio das lideranças municipais e dos próprios beneficiários. “Reconhecendo o nosso potencial e a importância do trabalho da assistência técnica e extensão rural, as lideranças locais, como também os agricultores e demais famílias, nos dão total apoio para execução das metas previstas nos programas. No seminário, debatemos sobre as questões que envolvem o andamento das atividades na região, contando com total apoio dos líderes municipais”, frisou a supervisora.  

Para o presidente do Ruraltins Pedro Dias, a extensão rural oficial na região sudeste vem se tornando uma referencia, por meio dos resultados apresentados. “Assim como nas demais regiões do Estado, vem cumprindo sua missão que é levar mais oportunidade, inclusão e dignidade às famílias do campo, tornando-as autossustentáveis, beneficiando também as famílias que moram nas nas cidades atendidas pelos programas e projetos”, enfatizou o presidente.

Região sudeste em números

Projeto Quintal Verde: beneficiará cerca de 1.320 famílias, em doze munícipios da região sudeste. O objetivo do projeto é incentivar a produção de hortaliças e grãos, como milho e feijão. (Fonte: Diretoria de ATER/Coordenadora do Projeto)

Programa Oportunidade: inclui os municípios de Aurora (109 agricultores) Arraias (125 agricultores), Almas (60 agricultores), Combinado (50 agricultores) , Dianópolis (08 agricultores), Paranâ (140 agricultores), Ponte Alta do Bom Jesus (96 agricultores), Lavandeira (70 agricultores), Porto Alegre (110 agricultores) e Taguatinga (114), beneficiando 822 famílias, tendo por objetivando prestar assistência técnica aos pequenos agricultores com foco na gestão da propriedade e no desenvolvimento tecnológico. (Fonte: Supervisão Regional do Ruraltins em Taguatinga).

Programa Fomento: inclui os municípios de Almas (15 famílias), Arraias (13 famílias), Dianópolis (12 famílias), Paranã (26 famílias) e Taguatinga (18 famílias, no total de 84 famílias beneficiadas. O Programa tem como objetivo, prestar serviços de assistência técnica e transferência de recursos para famílias que vivem em situação de extrema pobreza, no montante de R$ 2,400 milhões ao todo, sendo, R$ 2.400 reais para cada família. (Fonte: Diretora de Empreendedorismo Rural do Ruraltins)

Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) modalidade Compra Direta Local: beneficia municípios de Taguatinga, Porto Alegre, Dianópolis, Almas, Arraias, Aurora, Combinado, Conceição, Lavandeira, Novo Alegre, Novo Jardim, Paranã e Ponte Alta do Bom Jesus. O programa visa à aquisição de produtos da agricultura familiar e distribuição ás entidades sociais cadastradas. Na região, o programa já beneficia 149 agricultores, 101 entidades, atingindo quase 24 mil pessoas, aplicando mais de R$ 800 mil, até agora. (Fonte: Diretora de Empreendedorismo Rural do Ruraltins)

Compartilhe esta notícia